Memórias quero-as na parede

Segue-nos

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Pinterest

SONHADORES PRATICANTES

Questões? Parcerias?

soloadventuresofficial@gmail.com

Memórias quero-as na parede

Saal Digital Portugal conseguiu reproduzir em alumínio algo que estava apenas em loop na minha memória e numa pasta do computador. Através de um processo bastante simples de escolha de materiais, encomenda, apoio ao cliente e entrega, posso mesmo recomendar na primeira pessoa. Se gostas, como eu, de ter as tuas memórias fotográficas penduradas na parede, podes contar com esta como solução!

 

 

 

Tipo: Decoração - Quadro Personalizado

Material: Alumínio Dibond Butlerfinish®
- eu optei por este devido às características que comprovei e menciono abaixo, mas existem outras opções (alumínio, PVC, acrílico, tela, etc).

 

  • Painel de alumínio com 3 mm de espessura

  • A superfície polida do alumínio possui reflexos naquelas partes claras da imagem o que atribui ainda mais nitidez às fotos

  • Impressão directa UV de 6 tintas, incluindo as tintas light - esta para os mais entendidos

  • Disponíveis tamanhos de 10 x 15 cm a 110 x 200 cm, eu optei por uma de 30 x 45 e outra de 10x15 cm.

  • Possibilidade de adquirires na mesma encomenda suportes standard ou aparafusáveis para pendurares a tua obra de arte

  • Têm um software Saal Design gratuito que podes fazer download para ajustares as tuas fotos e editares o teu quadro exactamente como pretendes, ou seja, personalizado. Eu usei e achei bastante intuitivo e útil.

 

Entrega: Fiz a encomenda numa sexta-feira dia 6 ao final do dia e recebi numa segunda-feira dia 16 à tarde. Ou seja 10 dias, mas como entre eles tiveram 2 fins-de-semana temos de considerar 6 dias úteis. Na minha avaliação considero rápido! A encomenda vem de Espanha.

 

Em 2014 tirei uma foto que conta histórias mesmo que de forma estática. Em plena chuva com lama debaixo dos pés e à beira de uma lago/cascata levei na minha máquina, para sempre, aquele momento de olhar profundo que me focava. São Tomé foi minha casa física 2x e ao longo dos anos minha casa continuou mesmo que lá longe.

 

É bom fazermos de casa os sítios onde passamos e ficamos por um tempo. Só assim se vai sentir o conforto mesmo que longe da nossa. Deve ser por esse hábito que mesmo quando faço viagens curtas ao mencionar onde estou a ficar a dormir digo sempre "casa". Ou então esse hábito sou mesmo eu. Não faz sentido sentir-me fora dela se a minha casa está em mim.

 

A segunda foto essa é mesmo eu na minha casa-casa.

 

Excelente qualidade. Excelentes memórias. Recomendo genuinamente ambas!
Obrigada Saal-Digital por fazerem um trabalho cuidadoso às nossas memórias!

 

Queres 15€ só para ti para que possas também experimentar decoração e quadros personalizados?
Aqui fica.

 

Boas Aventuras,

Solo Adventurer Joana

 

Partilha este artigo

Please reload

Artigos Relacionados

Please reload

Artigos Recentes

Mami Pereira, entre muitas coisas arquelojista e uma mulherzinha d(O) Caraças

Partilhar inspiração vale a pena?

Não é isto que quero para a minha vida

1/1
Please reload