top of page

Ricos em sonhos mas pobres em ouro

Qual Floribella num mundo fantasioso mas bastante real para muitos portugueses, com um salário mínimo nacional a rondar os 705€ em Portugal, a 880 mil trabalhadores restam os sonhos.


Perto das eleições, ouve-se o fado dos partidos políticos num momento em que vemos os preços de bens alimentares, combustíveis, rendas e até eletricidade a aumentar.


«O salário real português em paridade de poder de compra aumentou menos de 1% de 2000 a 2020» (Visão)

Em janeiro 2022, a TVI emitiu uma reportagem que retrata a realidade de quem tem de se desdobrar e fazer render o pouco que cai na conta no final do mês, com o título « As histórias de quem vive com salários baixos ».


No meio de uma realidade que nos toca, vemos pessoas que apenas aos 50 anos conseguem o 1º emprego estável e que por isso nunca foram de férias, vivendo com a ajuda dos filhos para dar conta de todas as despesas;

passamos pelos jovens perto dos 30, com cursos superiores (muitas vezes mais do que um), a viverem em quartos alugados que custam quase metade do ordenado e que adiam o sonho de serem pais; chegando até aos que têm filhos apenas porque têm o apoio da família, muitos deles com o currículo recheado de experiência em áreas que não a sua e cujo o pensamento constante é «eu errei, eu fiz mal».







Envolvidos num sentimento de impotência e frustração, o que nos salva, para além do amor, são os sonhos.


Na Solo Adventures, na casa onde os sonhadores são praticantes, queremos dizer-te que não estás só e que todos os teus sonhos são válidos.


" Torna o teu sonho real, acorda " (Boss AC)


Como a mudança não se faz sozinha, sonhamos juntos?


PS: Todos temos sonhos escondidos na manga, diz-nos aqui qual o teu :)














Boas Aventuras,

Carina Ferreira



0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page