top of page

A arte como ferramenta de cura emocional e mental

Arte.

Uma força poderosa, muitas vezes subestimada, mas com um enorme potencial de cura emocional e mental.


A arte é uma das manifestações do Ser Humano que o tem acompanhado desde os primórdios. O exemplo disso é a arte rupestre. Esta expressão artística tem sido uma maneira vital de comunicar emoções, ideias e experiências.


Uma imagem com tinta, ferramentas e pincel


Expressão sem limites


A arte é uma linguagem universal que transcende barreiras linguísticas e culturais. Manifesta-se de variadas formas e encontramo-la na literatura, música, escultura, dança, pintura, poesia ou qualquer outra forma de expressão comunicativa.


É como se fosse uma voz muda, que mesmo não falando ela comunica.


Nela expomos o artista que há em nós, quando a alegria, tristeza, medo ou esperança nos preenche. Não há limites para nos expressarmos artisticamente, e é essa a liberdade que torna a arte tão poderosa.


O importante é permitir-te explorar e experimentar.


Arte que cura a mente


A Organização Mundial da Saúde (OMS) fez um estudo onde procurava analisar os benefícios da arte para a saúde. O resultado é fabuloso.


Através de atividades é possível promover a saúde mental e prevenir problemas de saúde, tanto físicos como mentais.


Portanto, é sem dúvida, uma poderosa ferramenta de cura emocional. Não precisas de ser um artista renomeado, apenas precisas de te envolver com a arte. E existem tantas formas para a explorares.


Pode-te ajudar a encontrar uma forma de te encontrares, de entenderes melhor os teus pensamentos e sentimentos, aprendendo a lidar com eles.


Por exemplo, se sofres de ansiedade, podes encontrar o teu alívio ao pintar um quadro, aqueles cadernos de colorir ou a desenhar.



Uma imagem com folha vazia, estático, arte, instrumento de escrita

Os traumas emocionais podem curar-se por meio de palavras, como uma forma de processamento emocional.


Conexão e comunidade


Além de ter um impacto individual, a arte também tem o poder de unir comunidades e promover a compreensão mútua. Festivais de arte, exposições de arte, museus ou teatro são formas oportunidades para as pessoas se reunirem e compartilharem as suas experiências através da arte.


Dicas para usares a arte como ferramenta na cura emocional e mental


  1. Não tenhas receio de experimentar a arte: não tenhas medo de usar a arte no teu processo de cura. Não te limites apenas a uma expressão artística. Experimenta a dança, pintura, desenho, escrita criativa, teatro e outras formas de arte.

  2. Pratica a arte como autocuidado: da mesma forma que te cuidas todos os dias, quando te arranjas, reserva um tempo regular para te dedicares à arte. É importante que ela esteja na tua rotina de autocuidado. Podem ser horas, ou podem ser minutos.

  3. Participa em workshops ou grupos de arte: junta-te a workshops de arte, como, por exemplo, pintura de azulejos ou cerâmica. Verifica a agenda artística do local onde vives e aventura-te pela cura da arte.

  4. Partilha a tua arte: não tenhas receio de partilhar a tua arte com outras pessoas. Compartilhar a tua expressão artística pode inspirar as pessoas à tua volta a fazer o mesmo, e a envolverem-se na cura da arte.

  5. Sê gentil contigo: ao envolveres-te na prática artística como uma forma de cura, lembra-te de seres gentil contigo. Não coloques demasiada pressão em ti, e sente todas as emoções que possam surgir durante o processo.


Uma imagem com pessoa, tecelagem, arte, têxtil

A arte é um meio de autoconhecimento e crescimento pessoal, então permite-te explorar e crescer à medida que avanças na tua jornada de cura.


É muito mais do que um passatempo. É uma forma de expressão que permite comunicar, explorar e curar. E quando o mundo parecer um lugar demasiado doloroso para estar, procura o consolo a pintar, a escrever um poema ou a dançar ao som da tua música favorita.


Sê artista da tua própria vida.




Assinatura

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page