top of page

Marco Gouveia: Ninguém - nem eu próprio - acreditava que alguma vez poderia chegar onde estou agora

Alguma vez sentiram que toda a gente à vossa volta parecia ter tudo decidido ou alinhavado? A seguir a essa observação geralmente junta-se a reflexão “O que é que me falta?” ou “O que é que os outros têm que eu não tenho?”. Muitas vezes não nos apercebemos, mas pequenos tropeções ou tentativas, são aquilo que nos leva onde queremos chegar. Mesmo que não tenhamos um destino definido. É preciso muita sabedoria para reconhecer que de um tropeção surgiu algo incrível. No fim de tudo, o que importa é estar na corrida.


O Marco, autor do livro Marketing Digital - O Guia completo, vai nos explicar como se parte de um blogue, sobre a série juvenil Morangos Com Açúcar, para CEO em diversas empresas, docente em várias faculdades do país, Google Regional Trainer, Formador do Atelier Digital Google e Board Advisor no Pestana Hotel Group.



História | Marcos de vida

No decorrer da minha vida, acho que ninguém - nem eu próprio - acreditava que alguma vez poderia chegar onde estou agora. Nasci num bairro problemático do Barreiro, nunca fui dos melhores alunos da turma e até chumbei no 12º ano. Repeti o ano e por milagre acabei por entrar na faculdade, em Gestão de Recursos Humanos. Porque era o meu sonho? Não. Só porque tirar um curso era importante para os meus pais. Chumbei em várias cadeiras e na altura não tinha qualquer rumo na vida. Mas sabem uma coisa? Hoje, posso dizer que chumbar essas cadeiras foi a melhor coisa que me aconteceu. Fiquei, mais uma vez, a repetir o ano para fazer as cadeiras em falta, pelo que tinha bastante tempo livre, e, por curiosidade, comecei a explorar o mundo do digital.

Perguntava-me por que razão haveria tantos blogues em 2004 e porque teriam tanta publicidade. Por isso, criei o meu primeiro blogue (de forma completamente gratuita, claro) e comecei a tentar perceber como funcionava o Google e a publicidade online na altura. Fui aprendendo como ficar bem posicionado no Google e a diferença que isso fazia ao nível das visitas que o meu site recebia. A partir daí, foi fácil entender que quanto mais visitas um site tinha, mais os anunciantes tinham interesse em investir lá! Então, após muitas horas de pesquisa, empenho, testes e mais testes, as coisas começaram a resultar. Quando ganhei os primeiros cêntimos através do AdSense, soube que tinha descoberto a minha paixão profissional e que talvez pudesse fazer daquilo vida. O meu primeiro blogue, sobre a série juvenil Morangos Com Açúcar, chegou a alcançar uma rentabilidade de 500€/dia.













O computador onde tudo começou



O marketing digital deu um rumo à minha vida. Graças ao sucesso do blogue, consegui emprego nas Páginas Amarelas e depois no Pestana Hotel Group, onde alcancei aquele que considero ser um dos meus maiores feitos: transformei 259 mil euros em 6 milhões e meio de euros através do marketing digital. Subi na empresa, passando a ser responsável por todo o departamento de Digital e, em 2017, a conta Google Ads do Grupo Pestana foi considerada a melhor conta da Europa e a 3ª melhor do mundo.














Annual Meeting do Pestana Hotel Group



A partir daí, as coisas foram ganhando cada vez mais tracção. A Google convidou-me para ser o seu formador oficial em Portugal, fui nomeado Google Regional Trainer e comecei a receber pedidos para ser docente em várias faculdades. Os pedidos de formação para empresas eram também cada vez mais, o que me fez criar a minha própria empresa de consultoria e formação de marketing digital: a Marco Gouveia - Digital Marketing Training & Consulting, considerada pelo segundo ano consecutivo uma das 5% Melhores PMEs em Portugal, segundo a SCORING.























Premier Partner Awards da Google em 2019












Formação do Atelier Digital Google



Em 2019, a empresa tinha cerca de 3 anos e começava a pedir a minha total dedicação para conseguir continuar a crescer e atingir proporções maiores. Foi uma decisão mesmo muito difícil para mim a de abandonar o meu emprego estável, de longa data e com um ordenado bastante confortável, para me dedicar a algo que ainda não era certo. No entanto, já tinha uma equipa de 3 pessoas a depender de mim e não queria desiludi-las. Quem me conhece sabe que a partir do momento em que alguém começa a trabalhar comigo a sério, essa pessoa não é apenas um trabalhador para mim, é família. Por isso, assim fiz e em 2 anos passámos de 3 para 15 pessoas na empresa - acho que foi uma decisão acertada!
















A equipa de hoje (algumas pessoas estão em falta)



Veio uma pandemia, o medo e o stress tomaram conta de mim, mas felizmente a minha equipa não me deixou cair e acabámos por nos reinventar, atingindo os melhores resultados de sempre. A corrida das empresas ao Digital foi tremenda e nós demos o nosso máximo para conseguirmos dar resposta. Pelo meio, ganhei o Prémio Digitalks 2020 | Profissional de Destaque no Mercado Digital Português e só tenho a agradecer à minha equipa, mesmo. Aproveito a ocasião para o fazer publicamente. Sem eles, nunca teria alcançado tudo o que alcancei nos últimos anos.


Juntos, concretizámos um dos meus maiores sonhos: lançámos a Escola Marketing Digital, que já ajudou mais de 3.700 pessoas e 65 empresas a melhorarem os seus resultados através do Marketing Digital. No ano passado, realizei outro dos meus sonhos: lancei o meu livro Marketing Digital - O Guia Completo, que está desde o lançamento no TOP de vendas na categoria de Gestão e Marketing da Wook, com mais de 4.000 exemplares vendidos.


E o sonho mais recente que consegui realizar, em conjunto com a minha equipa, foi o lançamento da minha Comunidade de Marketing Digital, a Comunidade Marco Gouveia, que também foi um sucesso!


Quero finalizar dizendo-te uma coisa: se eu consegui tudo isto, tu também consegues! Só precisas de foco, empenho e as pessoas certas do teu lado.

5 Lições de vida


1. O melhor investimento que podemos fazer é no nosso conhecimento

Benjamin Franklin dizia que “investir em conhecimento rende sempre os melhores juros”. O conhecimento é a nossa melhor arma. Seja para atacar, seja para defender, seja simplesmente para nos sentirmos seguros connosco próprios. Uma pessoa que tenha um conhecimento profundo sobre um determinado assunto vai sempre conseguir oportunidades. Mesmo que não existam muitas, conseguirá criá-las.


2. Não basta aprendermos a teoria, temos de colocar em prática

Muitas pessoas tiram uma licenciatura e esperam que, por isso, as oportunidades lhes caiam ao colo. Hoje em dia, ter uma licenciatura - grande parte das vezes, extremamente teórica e obsoleta - não assegura um futuro profissional a ninguém. Mais do que conhecimento teórico, temos de aprender como fazer as coisas na prática. Por isso, o meu conselho é que não se fiquem pela teoria, coloquem em prática e aí é que acontecerá a verdadeira aprendizagem.


3. Tens medo? Avança com medo!

Desengane-se aquele que acha que as pessoas que arriscam na vida não sentem medo. O medo é algo completamente normal e até saudável, em certa medida. O problema é quando nos impede de avançar. Quantas vezes deixaste de fazer algo por medo? Medo de falhar, medo do julgamento, medo de não ser suficiente? E o que ganhaste com isso? Nada. Experimenta algo diferente: se tens medo, avança com medo mesmo! Os teus fracassos podem ser a melhor coisa que te aconteceu. Se eu nunca tivesse chumbado àquelas cadeiras na minha licenciatura, nunca teria descoberto a área que tanto me apaixona hoje.


4. A forma como tratamos as pessoas marca-as para sempre

Todos somos diferentes e nem sempre é fácil tratarmos as pessoas da forma mais correta em todas as situações da nossa vida. Ainda assim, vale a pena o esforço de praticar a empatia e a simpatia todos os dias. Se não conseguirmos fazê-lo pela simples ambição de sermos melhores pessoas, façamo-lo por necessidade. O mundo é muito mais pequeno do que achamos e, mais tarde ou mais cedo, podemos vir a precisar da pessoa que está do outro lado. Por isso, trata as pessoas como gostarias de ser tratado(a).


5. A sorte dá muito trabalho

Quando alguém é bem-sucedido, é bastante comum ouvirmos dizer “Ah, mas ele(a) teve sorte!”. Várias vezes ouvi dizerem isso sobre mim, inclusive. E, às vezes, acabamos por acreditar nisso e não conseguimos aceitar que o nosso sucesso é 100% merecido. Mas ao longo da minha vida tenho vindo a confirmar uma coisa… É que a sorte dá muito trabalho. Quanto mais trabalhamos, mais somos presenteados com a chamada “sorte”. Ela chega a quem persiste e não desiste dos seus sonhos. Portanto, nunca acredites que só tens sucesso porque tiveste “sorte”.




Sentiste empatia por esta história? O Marco está disponível para receber e responder a todas as questões, curiosidades e/ou sugestões.

Envia-nos um email para geral@soloadventures.pt e nós fazemos chegar-lhe a mensagem.







0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page