O que é a Psicologia Positiva?

(Quase) tudo sobre Psicologia Positiva

Atualizado: Jun 8

No seguimento do liveshow "Doses de Inspiração" 💊 em parceria com o Gabinete Psicologia partilhamos contigo algumas questões importantes no âmbito da Saúde mental.

As perguntas são nossas mas as respostas são do Psicólogo Dr. Carlos Fontoura.





1. Como surgiu a Psicologia Positiva?

A Psicologia Positiva surgiu no seguimento dos pós II guerra mundial em que a psicologia estava focada quase exclusivamente na preocupação de reduzir o sofrimento humano, ou seja no estudo das perturbações psicológicas, tais como as fobias, a depressão ou ansiedade, pois não existia o interesse de investigar temas como o “otimismo”, a “esperança” ou “alegria”. Então, é neste contexto em que a psicologia está mais orientada para este tipo de tratamento psicológico que surge um movimento de alguns autores que começam a interessar-se pelo outro lado da experiência humana, investigando o lado positivo do ser humano, até porque ainda há uma grande parte da população que não sofre de perturbações psicológicas e a própria ausência de distúrbios mentais não significa necessariamente bem-estar ou felicidade. No entanto, a Psicologia Positiva surgiu, formalmente como uma nova área da psicologia apenas em 1998, com Martin Seligman, considerado o seu fundador, e com a intenção de ajudar a ter uma compreensão científica mais completa e equilibrada sobre a experiência humana, mas não considerando que é mais relevante do que a psicologia tradicional, ambas complementam-se.

2. O que é a Psicologia Positiva?

A Psicologia Positiva é um novo ramo da psicologia com uma abordagem concetual e metodologias específicas que resulta de um estudo rigoroso e cientifico com vista a destacar a importância daquilo que melhor existe no ser humano através de três pilares que são: o estudo das emoções positivas, o estudo dos traços de carácter positivos da personalidade, principalmente as forças de caráter e as virtudes, e o estudo das instituições positivas como a democracia, a família e a liberdade, sendo estas que dão suporte às virtudes e às forças de caráter, cuja sua prática é geradora de emoções positivas, permitindo aos indivíduos e às comunidades florescerem, influenciando muitas áreas da vida humana (e.g., setor empresarial, económico, ou educacional). Neste sentido, o objetivo principal da psicologia positiva é aumentar o florescimento humano.

3. Quais são os seus benefícios?

A prática da psicologia positiva traduz-se em vários benéficos e resultados para a vida da pessoa. Alguns dos benefícios são os seguintes:

· O Poder de mudar a perspectiva de uma pessoa;

· O incentivar a prática das emoções positivas;

· Não superestimar o impato do dinheiro na felicidade;

· Estimular o humor positivo e a demonstração de afeto;

· Sensibilizar para a importância de “fazer bem”.

4. Como podemos aplicar no nosso dia a dia?


Podemos aplicar no nosso dia-a-dia, usando o modelo PERMA que foi desenvolvido por Martin Seligman, segundo o qual, a prática de cada um destes elementos nas nossas vidas permitirá experimentar uma felicidade duradoura.

P - Positive Emotion (emoção positiva) / E – Engagement (comprometimento) /

R - Relantionship (relacionamento) / M – Meaning (significado) / A – Accomplishment (realização)

Emoção positiva (a felicidade está ligada ao sentimento de bem estar, e este sentimento é alimentado por emoções positivas que devemos experimentar no nosso dia a dia, tais como: o prazer, a paz, a gratidão, a satisfação, ou o amor).

Comprometimento (quanto mais estivermos envolvidos, empenhados e motivados nos nossos projetos e objetivos pessoais e profissionais maior a probabilidade de sermos invadidos pela sensações de bem estar e felicidade).

Relacionamento (o estabelecimento e o desenvolvimento de relações interpessoais positivas e significativas são fundamentais para o nosso bem estar e felicidade).

Significado (se a nossa existência tiver um propósito que vai para além daquilo que se acredita, ou seja para uma causa, um bem comum e coletivo, a nossa vida ganha mais significado e potencializa o nosso senso de bem-estar).

Realização (quando sentimos que somos capazes de cumprir objetivos (pequenos ou grandes), ou desenvolver determinadas competências, por exemplo a prática de um desporto, ou aprendizagem de um idioma, aumentamos a nossa auto estima, o que eleva o nosso nível de satisfação e felicidade).

5. Qual a importância da Psicologia Positiva principalmente nesta crise pandemica que enfrentamos?

Tendo em conta este momento único e difícil que o mundo está a enfrentar devido ao COVID 19, a Psicologia Positiva permite a sensibilização das pessoas para a importância de aproveitarem esta oportunidade para cada um de nós por ao serviço de todos, o lado positivo e humano, através das suas virtudes e forças de caráter, as quais sistematizam o melhor do comportamento humano. Assim como, promover e/ou reforçar alguns dos elementos que fazem parte da teoria do bem-estar subjetivo ou felicidade – o modelo PERMA, como por exemplo, o comprometimento, o relacionamento (positivo) e o significado.

O comprometimento, no sentido de estarmos determinados e empenhados com as nossas forças e talentos enfrentar esta situação adversa da melhor forma que somos capazes, usando e desenvolvendo determinadas forças de caráter, como sejam a criatividade, a persistência, a bravura, o auto controlo emocional e a esperança.

O relacionamento, no sentido de mesmo com o distanciamento social, aproveitar os meios tecnológicos ao nosso dispor (e.g., redes sociais, skype, ou whatsApp) para continuar a estabelecer contatos sociais positivos com os amigos, a família e os colegas de trabalho. Inclusivamente, é uma boa oportunidade para reatar os contatos com pessoas que já não falamos há muito tempo. Certamente, ao fazer isto estaremos a contribuir para um melhor bem-estar de nos próprios e dos outros, ao mesmo tempo desenvolvemos outras forças de caráter enunciadas pela psicologia positiva como a gratidão e nalguns casos o perdão.

O significado (a vida com um sentido/propósito), no sentido de se usar as forças de caráter para servir aquilo que se acredita, e que está além de nós próprios, ou seja para uma causa, um bem comum, sendo neste caso o amor pelo próximo, a bondade e a equidade.



Vê a liveshow "Doses de Inspiração" que deu origem ao tema deste artigo:



Também disponível em podcast no Spotify!




#Psicologia #PsicologiaPositiva #GabinetePsicologia #CarlosFontoura #SaúdeMental #PERMA

0 visualização

Segue-nos

  • Spotify - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle

SONHADORES PRATICANTES

Questões? Parcerias?

geral@soloadventures.pt