top of page

Autoconhecimento: uma viagem ao teu mundo interior


Sem o conhecimento de quem somos e daquilo que queremos, do que precisamos e do que nos move, dificilmente conseguimos assumir o papel de protagonistas da nossa vida para uma experiência humana com mais plenitude.


Na aviação, uma das regras de segurança mais importantes é, em caso de perigo, colocarmos a máscara de oxigénio primeiro em nós próprios e só depois naqueles que viajam connosco.


É igual com o autoconhecimento: precisamos de nos conhecer a nós primeiro para melhorar a relação com os outros.


Na nova edição da Solo Adventures Explica vais encontrar informação valiosa, ferramentas e exercícios para explorares e potenciares o teu autoconhecimento. O download é totalmente gratuito, basta subscreveres a nossa Newsletter.




Afinal, o que é o autoconhecimento?


Da forma mais simples possível, significa conhecermo-nos a nós mesmos:

  • Entendermos quem somos e o nosso potencial;

  • Termos consciência daquilo que é importante para nós e quais as nossas necessidades;

  • Conhecermos as nossas emoções e como lidar com as mesmas.


Afonso Arribança, psicólogo clínico, define “o autoconhecimento como um processo de alargamento da consciência interna – e, por consequência, externa – que incrementa a nossa capacidade de escolha e tomada de decisões, dentro do que são o nosso potencial e os nossos limites.”


Segundo este especialista, o primeiro passo para se iniciar um processo de autoconhecimento é reconhecer, precisamente, a ausência de conhecimento. É ao reconhecer que não nos conhecemos que abrimos a nossa mente para iniciar esta exploração do mundo interior, ficando disponíveis para sair do piloto automático em que vivemos na maior parte do tempo e investirmos no nosso crescimento pessoal.



Os 5 Pilares do Autoconhecimento


Para iniciar esta viagem ao mundo interior é preciso assumir o papel de explorador e estar disposto a descobrir os cinco pilares fundamentais do autoconhecimento:


  1. Propósito

  2. Personalidade

  3. Valores

  4. Talentos

  5. Necessidades


No artigo completo da nova edição da Solo Adventures Explica vais ter acesso a informação detalhada sobre cada um destes pilares. Faz o download gratuito aqui.




A tríade do alinhamento interno


« Os seres humanos são máquinas de sentir que pensam.» António Damásio

Sentir alinhamento interno significa que existe congruência entre a tríade Pensar-Sentir-Agir.


A congruência é uma necessidade muito interna da nossa identidade, embora inconsciente, mas que procuramos satisfazer: sei quem sou e o que é suposto fazer.


Quando os meus comportamentos são congruentes com o que digo e o que sinto, ajo com mais intenção, com mais motivação, força e poder.


Por outro lado, sempre que não sou coerente com o que digo, e não ajo de acordo com quem eu sou e com o que é o certo para mim, torno-me frágil, sinto culpa e vergonha.


Os meus pensamentos (que incluem os meus valores, crenças, decisões e memórias) conduzem a estados emocionais (felicidade, tristeza, motivação) que por sua vez desencadeiam comportamentos: a ação é uma tradução daquilo que eu sinto.



Mergulho interno para nos conhecermos



A viagem do autoconhecimento é muito mais profunda do que tomar consciência dos nossos pensamentos e emoções. Implica entrar em contacto com a nossa criança interior e reconhecer as feridas emocionais que vêm da nossa infância: olhar para o passado para compreender o presente e melhorar o futuro.


Abordamos de forma ligeira estes conceitos na nova edição da Solo Adventures Explica, para despertar a tua consciência acerca dos mesmos, no entanto, aprofundar a sua compreensão implica um verdadeiro mergulho interno que deve ser acompanhado por profissionais terapêuticos, pessoas maravilhosas que têm a capacidade de nos levar às catacumbas e retirar-nos de lá, facilitando o nosso crescimento emocional.



Como potenciar o autoconhecimento


« Toda a mudança interior duradoura requer tempo e esforço. A persistência é a fonte da mudança pessoal.» Robin S. Sharma

Enveredar por esta viagem de conhecimento interior nem sempre é fácil.

Se por um lado podemos cruzar com obstáculos internos como o medo e a resistência, por outro lado, influências externas como a pressão social e expetativas podem dificultar a autodescoberta.


É importante estar empenhado e comprometido nesta jornada, lembrando que é um processo contínuo de aprendizagem e crescimento pessoal. Cada uma das etapas (autoconsciência, autoconhecimento, autoestima e autorregulação) pode revelar os seus desafios.


A melhor forma de potenciar o autoconhecimento é investires tempo em ti, refletindo sobre quem és, qual é a tua essência, o que mais valorizas na vida, quais os teus talentos e as tuas necessidades. Dedicar tempo a refletir sobre o que pensas, o que sentes, e o que fazes, explorando as tuas emoções e a conexão corpo-mente.


Na comunidade de Sonhadores Praticantes da Solo Adventures encontras um grupo de pessoas e de iniciativas que te podem ajudar a conheceres-te melhor!


Para iniciares (ou continuares) esta viagem ao teu mundo interior, sugerimos que leias o artigo completo fazendo download da nova edição da Solo Adventures Explica aqui.




Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page